Para que vos torneis Filhos(as)

Em João 1:12, vemos que todos que recebem a Jesus Cristo como Senhor, recebem também o poder de ser filho (a) de Deus. Sabemos de acordo com Atos 1:8, que isso tem a ver com o recebimento do Espírito Santo que Deus dá a aqueles (as) que creem e pedem (Lucas 11:13 e Efésios 1:13).

Porém em Mateus 5:44-45 Jesus nos manda amar nossos (as) inimigos (as) e orar pelos (as) que nos perseguem para que nos tornemos filhos (as) do Pai Celeste.

Vemos aí claramente que para nos tornamos filhos (as) de Deus precisamos ajustar nossas atitudes as orientações do Espírito Santo que recebemos. O crer bíblico implica em acreditar, concordar e obedecer; fazer o que Jesus Cristo e o Espírito santo que veio nos conduzir, propõe.

Em Lucas 3:8 Jesus deixa claro que não adianta chamar alguém de pai se não ajustarmos nossa conduta para produzir dignos de nossa filiação. Em João 8:39 fica claro que se somos filhos (as) de Deus devemos praticar as obras de Deus e não da carne. Devemos deixar de andar em acordo com a vontade de nossa carne, para andar segundo de acordo com a vontade de Deus. Em Romanos 2:24 diz que o nome de Jesus e blasfemado pela conduta carnal dos que se dizem filhos (as) de Deus.

Como corpo pastoral da Igreja Metodista na 7ª Região temos o desafio de nos revestir de humildade, vencer nossa arrogância e orgulho e ajustar nossa conduta de acordo com as orientações de Jesus, da Bíblia e do Espírito Santo; assim nos tornaremos filhos (as) de Deus, manifestaremos Seu Reino e poder, o glorificaremos, o tornaremos conhecido e sararemos a nossa terra.

Levar o nome Dele a ser blasfemado ou glorificado? Qual a sua escolha? Façamos as coisas do jeito de Deus, no poder do Espírito, nos tornemos filhos (as) de Deus, o glorifiquemos com nossa conduta, e que Deus nos abençoe.

Bispo Emanuel Siqueira
Bispo Presidente da 7ª Região Eclesiástica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *